Eletrobras leva alunos carentes para uma aula no Lago Paranoá

Coordenadores do projeto sustentam que, mesmo após o fim do racionamento, o consumo de água precisa ser responsável e a sensibilização é o melhor caminho

Começa na terça-feira 26.06 o projeto “Educação Ambiental – Preservação dos recursos hídricos – Mar de Brasília”.  Ao todo, 200 alunos de escolas públicas serão beneficiados. Eles terão uma aula diferente a bordo de um barco-escola, navegando pelo Lago Paranoá. O conteúdo aborda a importância de a população adotar uma postura responsável em relação ao consumo dos recursos naturais disponíveis, mesmo após o racionamento d’água no DF.

A inauguração do projeto será feita com os alunos do CEAL, crianças carentes com deficiência auditiva. Eles embarcarão no catamarã Mar de Brasília, às 9h, no Parque Ecológico Dom Bosco. “Com certeza será uma experiência inesquecível, que vai mudar, de uma vez por todas, a relação desses alunos com o meio ambiente”, comentou Darse Lima, coordenador do projeto e diretor-presidente da Mar de Brasília, empresa que já navegou com quase 60 mil pessoas ao longo de oito anos.

“Uma das nossas principais missões é ajudar na preservação dos recursos hídricos dentro da lógica conhecer para preservar. Apesar dessas crianças estudarem a poucos quilômetros do lago, muitas delas nunca usufruíram dele”, completou Darse. As cinco escolas beneficiadas fazem parte da área de influência dos córregos tributários da Bacia do Paranoá e a atitude dos moradores dessas regiões é fundamental para ajudar a preservar o espelho d’água.

Ao longo de duas horas os alunos navegarão pelo Lago Paranoá, num trajeto que inclui o Palácio da Alvorada, Ponte JK e Ermida Dom Bosco. O professor repassa informações sobre a fauna e flora do local, equilíbrio ambiental e os agentes envolvidos na manutenção do espelho d’água. O barco é equipado com um sistema multimídia, com uma TV de 47 polegadas, computador e som. Um microscópio acoplado ao computador mostra para os alunos plânctons, base da cadeia alimentar do lago, colhidos ao longo do trajeto.

Ao final do passeio, os alunos fazem um juramento firmando o compromisso de trabalharem como defensores do Lago Paranoá, repreendendo familiares e amigos que não têm uma atitude responsável em relação ao meio ambiente. “A ideia é que eles sejam multiplicadores, num processo maior de sensibilização da sociedade”, explicou Darse.

O projeto “Educação Ambiental – Preservação dos recursos hídricos – Mar de Brasília” será desenvolvido até setembro. Após os alunos participarem da aula no barco, já de volta às escolas, eles farão trabalhos sobre o que aprenderam e como a experiência impactou na atitude deles em relação ao meio ambiente. Os autores dos três melhores trabalhos por turma ganharão um novo passeio de barco, com direito a levar dois acompanhantes no programa turístico da Mar de Brasília, realizados todos os fins de semana no Pontão do Lago Sul. “A ideia da premiação ajuda na integração das famílias e no resgate da auto-estima dos estudantes”, comenta o coordenador do projeto.

 

SERVIÇO

O que: abertura do projeto de educação ambiente preservação dos recursos hídricos

Quando: terça 26.06, às 9h

Onde: píer do Parque Ecológico Dom Bosco

Mais informações: (61) 98139-6223